Portal atualizado em: 30 de setembro de 2022 às 10:51h

Dia D de combate a poliomielite e multivacinação acontece nesse fim de semana em Santa Rita

Início Dia D de combate a poliomielite e multivacinação acontece nesse fim de semana em Santa Rita

Vacina poderá ser administrada de forma simultânea às vacinas da Covid-19

 

O dia D de combate a poliomielite está chegando, e com ele, uma grande ação de vacinação. Nos próximos dias 19 e 20 de agosto, equipes da Secretaria Municipal de Saúde de Santa Rita estarão na Zona Rural e Urbana, levando imunizantes contra a poliomielite e demais vacina de acordo com a faixa etária, seguindo o calendário estabelecido pelo Ministério da Saúde.

O imunizante contra poliomielite deve ser aplicado em crianças menores de cinco anos. Menores de 1 ano para atualização do cartão de vacina e de 1 a 4 anos, vacinação indiscriminada. Já a multivacinação acontece em crianças e adolescentes menores de 15 anos.

Nesta sexta-feira, das 8h às 15h, as equipes da Secretaria de Saúde chegam a Zona Rural, nas seguintes unidades: UBS Bebelândia, UBS Livramento, UBS Forte Velho, UBS Lerolândia, UBS Miriri, UBS Cicerolândia, UBS Odilândia e UBS Usina São João.

No sábado, das 8h às 16h as equipes estarão na Zona Urbana, nas unidades: UBS Marcos Moura, UBS Heitel Santiago, UBS Irmã Cacilda, UBS Padre Malagrida I, UBS Padre Malagrida II, UBS Barão do Abiay e UBS Flávio Maroja. Além do ponto extra na Praça da Criança.

A campanha busca recuperar a cobertura vacinal de crianças e adolescentes que deixaram de tomar os imunizantes. A pólio está erradicada no Brasil, mas voltou a ser registrada em outros países e, por isso, é importante estar com o calendário da vacinação em dia para evitar a reintrodução da doença no país. A vacina poderá ser administrada de forma simultânea às vacinas da Covid-19.

O Brasil não detecta casos de poliomielite deste 1990 e, em 1994, recebeu da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) a Certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem (PVS). No entanto, no cenário global da poliomielite, existem dois países endêmicos, Paquistão e Afeganistão. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), mostram que de janeiro a 12 de julho deste ano, foram confirmados 15 casos nestes países. Em novembro do ano passado, um caso foi relatado em Malawi e um este ano em Moçambique.

Paralelo a isso, no Brasil, desde 2015, tem sido detectada uma progressiva queda das coberturas vacinais, podendo levar à reintrodução da pólio no país. Este cenário foi intensificado no contexto da pandemia de Covid-19. De acordo com informe técnico do Ministério da Saúde, em 2015, a Paraíba tinha cobertura vacinal de 96,1% das crianças menores que 1 ano de idade. Em 2021, esta cobertura caiu para 68,4% das crianças na mesma idade. No estado, deverão ser vacinadas 284.230 mil crianças até os 4 anos.

Compartilhar

Notícias Relacionadas