Prefeitura de Santa Rita apoia espetáculo que encena o nascimento de Cristo

Prefeitura de Santa Rita apoia espetáculo que encena o nascimento de Cristo

isabel maria jose reismagos 180x180 - Prefeitura de Santa Rita apoia espetáculo que encena o nascimento de Cristo

O Grupo da Melhor Idade “Flores Belas”, da ONG “Pro Dia Nascer Feliz”, em parceria com a Prefeitura Municipal de Santa Rita, através da Secretaria de Cultura Desporto e Turismo e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano, encena, nesta sexta-feira (18), o Auto de Natal “O nascimento do pequenino Deus”, com direção de Adriano Araújo, Nynho Morais e Luiza Flores. O evento, que chega a décima edição, vai ser às 20h, na praça Getúlio Vargas, centro de Santa Rita.

A trupe Flores Belas é composta por oito palhaços e palhaças de circo sem lona. Eles levarão a magia dos picadeiros para narrar a história do nascimento de Jesus Cristo com muita alegria. O casal de palhaços Maria e José relembra a história construindo um bom duelo de quem sabe mais. Segundo o diretor Adriano Araújo, utilizar elementos circenses para contar de forma festiva a chegada do pequenino Deus é resgatar a tradição cultural dos pequenos e grandes circos.

Dois grandes palhaços estão sendo homenageados in memorian. O santarritense Parafuso, também conhecido como Tio Paulo, e o pernambucano radicado em João Pessoa, Pirulito, personagem de Ismar Pompeu, serviram de inspiração para concepção artística da montagem do espetáculo.

A festa do nascimento será celebrada pelo boi de reis do grupo de cultura popular Massapê e da dança dos arcos. As cenas tradicionais irão acontecendo de acordo com as lembranças dos palhaços e das palhaças.

O cenário do espetáculo é um picadeiro sem lona em contraponto com o adro do Santuário Paróquia Santa Rita de Cássia, onde acontecerão as cenas tradicionais, distribuídas por vários planos, como janelas, torre, escadas e uma gruta natural, que será utilizada de modo a oferecer verdade cênica às imagens bíblicas. Os figurinos e adereços têm assinatura de Luiza Flores, que optou por utilizar tecidos que vão do cetim ao algodão da Bahia, mesclando o colorido com o rústico.

Também apoiaram o evento a gráfica SEDIC, o Centro Social Urbano Francisco Leocádio Ribeiro Coutinho, o estúdio DMIX, o gabinete da deputada Estela Bezerra e o Santuário Santa Rita de Cássia.

Fechar Menu