Portal atualizado em: 2 de dezembro de 2022 às 12:34h

Santa Rita promove semana de combate ao Aedes Aegypti

Início Santa Rita promove semana de combate ao Aedes Aegypti

Santa Rita promove semana de combate ao Aedes Aegypti

Ação e TrabalhoCoronavírusSecretaria de Agricultura e AbastecimentoSecretaria de Assistência SocialSecretaria de Comunicação InstitucionalSecretaria de Cultura, Desporto, Turismo e LazerSecretaria de EducaçãoSecretaria de FinançasSecretaria de Infraestrutura, Obras e Serviços PúblicosSecretaria de Meio AmbienteCODEMADocumentos - CODEMAReuniões - CODEMALicenciamento AmbientalLicenciamentos SolicitadosSecretaria de Planejamento, Orçamento e Tecnologia da InformaçãoSecretaria de Políticas Públicas Para as MulheresSecretaria de SaúdeSuperintendência de Mobilidade Urbana

Autor: Assessoria

Santa Rita promove semana de combate ao Aedes Aegypti

De 20 a 24 de novembro, a Prefeitura de Santa Rita vai promover a Semana Nacional de Mobilização para Combate ao Aedes Aegypti no município. A intenção é ampliar os esforços no combate ao mosquito causador da dengue, zika e chikungunya, doenças virais que atingem grande parte da população e que põem a saúde pública […]

17/11/2017 22h44 Atualizado há 5 anos atrás

De 20 a 24 de novembro, a Prefeitura de Santa Rita vai promover a Semana Nacional de Mobilização para Combate ao Aedes Aegypti no município. A intenção é ampliar os esforços no combate ao mosquito causador da dengue, zika e chikungunya, doenças virais que atingem grande parte da população e que põem a saúde pública em alerta.

As ações serão desenvolvidas de forma conjunta pelas secretarias de Saúde, Infraestrutura, Assistência Social e Educação, que incentivarão a participação popular na campanha de mobilização.

A abertura será na Escola Municipal Jaime Lacet, de onde partirá uma caminhada com agentes de endemias e estudantes da unidade. Serão percorridas ruas do bairro Alto das Populares e distribuído material educativo para a população.

A programação prossegue durante a semana com atividades em escolas, CRAS, mercados públicos e feiras livres, envolvendo e orientando sobre a forma de evitar e eliminar locais que possam oferecer riscos para a formação de criadouros do mosquito.