Portal atualizado em: 28 de janeiro de 2023 às 23:18h

Secretaria de Agricultura realiza primeira aula do curso de produção de tilápia

Início Secretaria de Agricultura realiza primeira aula do curso de produção de tilápia

Secretaria de Agricultura realiza primeira aula do curso de produção de tilápia

Autor: Assessoria

Secretaria de Agricultura realiza primeira aula do curso de produção de tilápia

A Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento (SEAPPA), realizou, neste sábado (27), em parceria com o Departamento de Sistemática e Ecologia da UFPB e a Associação dos Piscicultores Familiares de Santa Rita, a primeira aula do projeto de Extensão Universitária de produção de tilápia, no Núcleo de Arte e Cultura (NAC). O projeto tem […]

29/08/2022 12h52 Atualizado há 5 meses atrás

A Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento (SEAPPA), realizou, neste sábado (27), em parceria com o Departamento de Sistemática e Ecologia da UFPB e a Associação dos Piscicultores Familiares de Santa Rita, a primeira aula do projeto de Extensão Universitária de produção de tilápia, no Núcleo de Arte e Cultura (NAC). O projeto tem a finalidade de capacitar agricultores para que eles implementem a piscicultura como mais uma fonte de renda.

As aulas são práticas e teóricas e promovem a troca de conhecimentos entre os alunos e os mediadores. A piscicultura vem se tornando uma atividade econômica importante, principalmente para o pequeno e médio produtor, em função de não necessitar de grandes extensões de terra nem grandes investimentos, mas que obtém boa rentabilidade.

Para o Secretário da Secretaria de Agricultura, Sildo Morais, promover um curso desse porte é de grande importância, principalmente para os pequenos produtores, que podem evoluir em seus conhecimentos. “A primeira aula, que teve a presença da professora Jane Elisa Torelli, consistiu na apresentação do processo de produção da tilápia, desde a escavação do viveiro, até a despesca. É gratificante levar conhecimento, seja para quem quer iniciar nesse ramo ou para quem quer aperfeiçoar seus conhecimentos”, declarou.

Foram apresentados modelos de criatórios, maneiras de manter a higienização do local, reaproveitamento de água nos cativeiros, a depender do tipo de tanque. Todas as formas foram apresentadas afim de trazer um maior rendimento para o piscicultor.

No curso, criadores também receberam informações sobre a ração artesanal, produzida pelo próprio criador para baratear os custos, alternando entre a ração artesanal e industrial. Na piscicultura, os custos com alimentação podem chegar a 70% do que é investido em toda produção. O alimento apropriado para a produção de animais aquáticos é feito à base de hortifrutigranjeiros.

Os cursos continuam para os piscicultores previamente inscritos.