Portal atualizado em: 2 de dezembro de 2022 às 12:34h

Vacinação contra o sarampo continua nas unidades de saúde

Início Vacinação contra o sarampo continua nas unidades de saúde

Vacinação contra o sarampo continua nas unidades de saúde

Ação e TrabalhoCoronavírusSecretaria de Agricultura e AbastecimentoSecretaria de Assistência SocialSecretaria de Comunicação InstitucionalSecretaria de Cultura, Desporto, Turismo e LazerSecretaria de EducaçãoSecretaria de FinançasSecretaria de Infraestrutura, Obras e Serviços PúblicosSecretaria de Meio AmbienteCODEMADocumentos - CODEMAReuniões - CODEMALicenciamento AmbientalLicenciamentos SolicitadosSecretaria de Planejamento, Orçamento e Tecnologia da InformaçãoSecretaria de Políticas Públicas Para as MulheresSecretaria de SaúdeSuperintendência de Mobilidade Urbana

Autor: Assessoria

Vacinação contra o sarampo continua nas unidades de saúde

A vacinação contra o sarampo continua nas unidades de saúde. Esta primeira etapa da campanha visa imunizar crianças com idade de seis meses a menores de cinco anos. A meta é atingir 95% do público-alvo, que em Santa Rita é de 7.526 crianças nesta faixa etária. De acordo com o Ministério da Saúde, bebês de […]

23/10/2019 19h59 Atualizado há 3 anos atrás

A vacinação contra o sarampo continua nas unidades de saúde. Esta primeira etapa da campanha visa imunizar crianças com idade de seis meses a menores de cinco anos. A meta é atingir 95% do público-alvo, que em Santa Rita é de 7.526 crianças nesta faixa etária.

De acordo com o Ministério da Saúde, bebês de seis meses a 1 ano tomarão a “dose 0”. Já as crianças com idade entre 1 e menores de 5 anos receberão duas doses, sendo uma aos 12 meses e outra aos 15 meses. Em caso de crianças que tomaram apenas uma dose, a orientação é fazer o complemento da segunda dose.

Por meio de suas equipes, a Secretaria de Saúde tem alertado pais e responsáveis sobre a importância da vacina e orientando que não basta apenas a aplicação de uma única dose para estar protegido contra a doença.

Os casos de sarampo têm aumentado em todo o país nos últimos meses e a vacinação é o meio eficaz de se imunizar. Causado por vírus e transmissível por via aérea, é uma doença infecciosa grave e pode levar à morte.